top of page
IMG_6973.HEIC

A TRAVESSIA

“A vida é um jardim, não uma estrada. Entramos e saimos pelo mesmo portal. Nos perguntar onde vamos importa menos do que o que percebemos." ~Kurt Vonnegut

ATRAVESSANDO...

O versar da vida, o pulsar divino, passando pelo jardim como um peregrino. Passo a passo, fazendo o caminho.  Virando do avesso, usando da pista do medo, para sentir o próximo passo desse imprevisível enredo. De onde partir, com quem me conectar. Para onde caminhar. Perceber, se encantar, ser atravessado pelo que a vida tem a apresentar. Aqui pretendo compartilhar um pouco de como vejo e vivo o mundo, quais significados venho explorando e criando pra essa louca experiência que apelidamos de estar vivos.

Esse símbolo significa muito pra mim: é uma forma geométrica chamada torus. Tive contato a primeira vez com ela em 2019, em uma aula sobre campo morfogenético. Depois, em 2020, em uma imersão um querido amigo, Bruno, me apresentou um objeto físico e mágico que materializava essa forma (tem um vídeo mais embaixo em que danço com esse objeto). Para mim o torus representa a essência da vida, o caminhar de volta a fonte. Se você observar na imagem abaixo, as várias linhas formam círculos e todos eles convergem no centro, em um mesmo ponto. De tantas direções para uma mesma essência. Um ponto central para onde tudo retorna. 

noun-torus-1767619_edited.png

TóRUS

topologia-do-tronco-circunda-matemática-geométrica-em-fundo-branco-198703522.jpg

Do micro ao macro, de onde viemos para onde vamos. Onde reside o mistério da vida e do universo. Por que estamos aqui? O torus traz para mim a resposta: para experenciar o caminho, a vida. Saímos da fonte, do amor arquetípico, para experimentar, aprender, se divertir e percorrer o caminho ampliando nossa percepção. Por isso a frase do Kurt me toca tão profundamente, a vida não é uma estrada, mas um jardim, em que caminhamos e cada vez percebemos mais e temos a possibilidade assumir mais responsabilidade. 

O grande respiro do universo é o movimento de retornar sair e retornar a fonte, percebendo mais e mais. E perceber não significa entender. Perceber significa experenciar e transformar. Significa de uma flor ver deus, de um sentimento sentir o cosmos. Saímos por um portal e retornamos para o mesmo portal: Gaia.

Muito mais do que chegar a algum lugar é sobre o que a cada passo começo a perceber. A ter consciência, a tomar responsabilidade por. E como Clinton traz responsabilidade é consciência em ação. É sobre como podemos assumir mais responsabilidade pela nossa vida a cada passo. Por isso escolhi contar um pouco da minha história a partir do nome travessia. Essa grande travessia de momento a momento da vida. 

Aqui tem um pouco do venho percebendo, algumas partes de mim e da minha travessia até aqui. Seja bem vindo ao meu universo. Nos esbarramos por aí.

EU SOU...

Uma viajante de universos em versos, uma caminhante do desconhecido e navegadora dos sentimentos e da complexidade. Sou uma catalisadora da transformação e um prisma de clareza. Sou arte, natureza, vida, suspiro, mar e céu.

Meu propósito é explorar novas possibilidades para criar um mundo de jogo em que a regra principal é se viver uma vida extraordinária. Experimento, pesquiso, exploro, navego e vivo os mundos internos e externos para co-criar uma nova realidade, uma nova cultura em que possamos viver plenamente nosso potencial, nosso destino em ação.

Para mim uma das coisas mais doloridas é ver as pessoas ao meu redor tão adormecidas, desconectadas: de si, da natureza, da vida que pulsa dentro de cada um. Ver as pessoas perdendo o sentido do que é estar vivo, apáticas, apenas seguindo a vida que foi lhes entregue em script quebra meu coração.

 

Por isso essa frase do Luizes, que o Alex Bretas me apresentou, me toca profundamente: "o contrário da vida não é a morte, é o desencanto". Se desencantar da vida é não sentir, não se importar, não ter espaço para experenciar o amor.

 

O que venho descobrindo nessa jornada até aqui é que sentir inteiramente a raiva, o medo, a tristeza e a alegria é o portal para vivermos de forma inteira, adulta, construindo intimidade e podendo ser nossa linhagem arquetípica em ação no mundo. Por isso meu servir hoje está em oferecer espaços para que o encanto pela vida seja recuperado. 


Navegando no sentir, criando uma Nova Cultura!

PARTES DE MIM

c27d46ab-0add-4c43-aacd-5d68f40a1cca.jpg

Você é aquilo que ninguém vê. Uma coleção de histórias, estórias, memórias, dores, delícias, pecados, bondades, tragédias, sucessos, sentimentos e pensamentos. Você é um eterno parênteses em aberto enquanto sua eternidade durar
~Machado de Assis

SERES QUE ENCONTRO na travessia

bottom of page